Objetivos da Associação

Portuguese, Brazil

No que diz respeito às minorias (em particular LGBTTIQ: lésbicas, gays, transexuais, transgêneros, intersexuais e queers), queremos promover projetos educativos e desconstruir preconceitos contra LGBTTIQ na Igreja e na sociedade. Em resumo, você encontrará nossos objetivos no folheto da Associação; além disso, também encontrará, aqui, itens sobre o nosso estatuto, em que decidimos os seguintes objetivos da Associação:

O fomento

1.) de ciência e pesquisa (§ 52 [2], n. 1 AO [Abgabenordnung – Código fiscal. Esse Código está ancorado no Direito alemão e é
importante para as associações na Alemanha.]).

 

  • Esse objetivo será realizado em particular através de:

* promoção de conferências, congressos, reuniões de grupos de trabalho;

* promoção de projetos de pesquisa, se não houver outro financiamento;

* realização de propósitos educacionais para as pessoas citadas no  preâmbulo;

* cooperação com universidades, instituições de pesquisa, associações sem fins lucrativos (por exemplo, Sociedade
Alemã de Ética do Consumidor em Saúde DGHCE [Deutsche Gesellschaft für Health Consumer Ethik DGHCE e.V.]),
fundações e bibliotecas;

* divulgação de publicações/mídia.

2.) de propósitos religiosos (§ 54 AO). Isso deve, por exemplo, ganhar forma através de:

* planejamento e realização de serviços religiosos em memória de transexuais assassinados, ou seja, serviços religiosos de
direitos humanos, ou serviços religiosos com caráter educativo;

* serviços religiosos, cultos de fé e seminários, que servem para fortalecer a fé/resiliência e promover a comunidade;

* incentivo às comunidades da igreja (ecumênico no sentido do Grupo de Trabalho das Igrejas
Cristãs AcK [Arbeitsgemeinschaft christlicher Kirchen]), das quais os membros da associação vêm para ajudar,
através dos efeitos de sinergia, também a associação (por exemplo, concertos da igreja que abordam temas
como aceitação e diversidade);

* palestras em paróquias, instituições de educação de adultos;

* ofertas de retiros cristãos e assistência espiritual para LGBTTIQ e seus familiares;

* rede e publicação de um panorama das comunidades eclesiásticas que se posicionam de maneira solidária em
relação aos*às LGBTTIQ.

 

3.) de educação, educação popular e ensino profissional, incluindo assistência ao aluno (§ 52 [2], n. 7 AO). Isso deve ganhar forma através de:

 

    * organização de seminários, para promover a comunidade e a educação;

    * pagamento de despesas de viagem para palestrantes;

    * aquisição de livros didáticos sobre minorias;

    * Tradução e, se necessário, publicação de livros didáticos, artigos de periódicos etc.;

    * Tradução de mídias significativas que promovam o entendimento e a aceitação das minorias;

    * Cooperação com bibliotecas públicas, câmaras da indústria e do comércio e associações profissionais, e divulgação das mídias por meio
       dessas instituições que promovem a aceitação e o conhecimento das minorias e/ou ajudam as pessoas a ingressar em uma profissão.

 

4.) de sentimento internacional, aceitação e apreciação em todas as áreas da cultura e entendimento entre os povos (§ 52 [2], n. 13 AO)

Queremos conseguir isso divulgando contribuições faladas ou escritas (publicações, rádio, programas de TV) em outros idiomas, a fim de esclarecer a situação da vida das pessoas transexuais em todo o mundo (por exemplo, crimes de ódio e assassinatos de pessoas transexuais), ou seja, melhorar essa situação.

Theme by Danetsoft and Danang Probo Sayekti inspired by Maksimer